sábado, 24 de janeiro de 2015

Classificado na UERJ !!!

Ontem dia 23 recebi o resultado que tanto aguardava. Foram em média oito meses de processo seletivo, dois exames sendo um de todas as disciplinas com questões objetivas, e o outro com disciplinas específicas do curso que eu me candidatei, com questões discursivas - Geografia, História e Português Instrumental com Redação.
Fui aprovado em 5º lugar do grupo de estudantes da Rede Pública de Ensino (colégios estaduais, técnicos e federais) para o segundo semestre do curso de Geografia. 

Imagem: Vestibular UERJ/Reprodução
Devo em primeiro lugar agradecer esta vitória sem sombre de dúvidas, a DEUS; em quem creio. Sem Ele eu não teria conseguido, pois sei minhas limitações e o ano corrido que tive. 
Em segundo lugar agradecer a minha família, pelo apoio. Principalmente minha mãe, que me dá condições de estudar. 
E em seguida agradecer a todos os professores da Escola Técnica Estadual República, da Rede FAETEC de Ensino. Professores que se dedicam em passar conhecimento mesmo em meio a algumas limitações. 

É isso! Um post rápido para registrar mais esta vitória!
A Deus toda honra, glória e louvor!
Um abraço,
Tiago Vieira - calouro de Geografia, UERJ. 

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Crescimento da População Mundial - Parte 1

Vivemos em um mundo com mais de sete bilhões de habitantes, conforme dados divulgados no ano de 2014 pela ONU. As estimativas são mais alarmantes para a próxima década, quando o número pode alcançar a marca de 8,1 bilhões de habitantes em 2025. 

Imagem: Google Imagens/Reprodução
A discussão em torno do crescimento vegetativo - diferença entre a taxa de natalidade e mortalidade -,  não é atual. Desde os primórdios da Primeira Revolução Industrial, datada no século XVIII, grupos e personalidades históricas apresentaram suas teorias a respeito do caso. 

Thomas Malthus foi um Economista, Pastor Anglicano e Professor nascido na Inglaterra em 1766. Foi educado em casa, e depois de formado na Universidade de Cambridge escreveu alguns textos; porém ficou conhecido após publicar "Ensaio do Princípio da População", em 1798, originalmente.
Na obra, Malthus expõe a estimativa de que a população mundial cresceria como uma progressão geométrica (2,4,8,...), enquanto que a produção de alimentos capaz de sustentar toda a população e mantê-la viva, cresceria como uma progressão aritmética (1,2,3,...). Ou seja: em dado momento, não haveria alimento suficiente para toda a gente do planeta. 

Malthus foi além, dizendo que as doenças existentes seriam uma ferramenta natural de estabilizar o crescimento mundial, e que o homem não teria controle sobre as mesmas. 

Não muito tempo depois da publicação do economista, percebeu-se que as preposições de Malthus estavam erradas. Com a Primeira Revolução Industrial, a produção de grãos pode ser intensificada com o incremento da tecnologia; ainda mais, a disseminação de hábitos de higiene e avanço na medicina, puderam controlar de forma significativa o acentuado número de mortes.
Porém, mesmo falhas, as pesquisas de Malthus e seu interesse no estudo do assunto proporcionaram o início do estudo da Demografia. Sendo assim, para alguns ele é considerado o pai deste campo de pesquisa geográfica.

Vale deixar claro aqui, que o crescimento demográfico e o avanço das tecnologias que podem proporcionar a manutenção de alimentos e "criação" de remédios para o bem da população, ocorre de maneiras diferentes em cada região do mundo. Por exemplo: as fases da transição demográfica no continente europeu, acontecem de forma diferente do continente africano, como veremos no próximo post.

Um abraço!
Tiago Vieira.   

sábado, 17 de janeiro de 2015

Partindo do Rio de Janeiro, rumo à Cabuçu, Queimados

No dia 13 de Dezembro de 2014, embarquei em uma excursão com alguns irmãos da Igreja rumo a Cabuçu, Queimados. Tal passeio tinha como objetivo fazer o encerramento da Escola Bíblica, e unir adolescentes e jovens em um dia de diversão. 

Confesso que entrei na Kombi, saindo do subúrbio da cidade do Rio de Janeiro, sem saber para onde exatamente eu estava indo, mas no decorrer do caminho descobri que a viagem seria para um lugar mais distante do que eu imaginava que fosse. 
Para mim estava ótimo, pois gosto de conhecer lugares novos. E o percurso revelou paisagens e lugares geograficamente diferentes de onde estou acostumado a viver. 

Saindo da famosa Avenida Brasil (gostaria muito que fosse famosa por coisas boas) na altura do bairro de Guadalupe, entramos na Rodovia Presidente Dutra; nacionalmente conhecida por ligar a cidade do Rio de Janeiro à São Paulo. A partir daí, passamos por diversos municípios do Estado, como São João de Meriti e Nova Iguaçu, por exemplo.

Imagem: Google Mapas/Reprodução

Depois que saímos da Rodovia Presidente Dutra, ou BR-116, na altura do município de Queimados, percorremos pela cidade em uma área ainda urbana, com casas e transportes circulando. Após alguns minutos, adentramos em uma área cercada por montanhas e vegetação. Tudo ali começava a parecer que tinha parado no tempo. A vizinhança tranquila anunciava que estávamos nos aproximando cada vez mais do interior.

O asfalto desapareceu dando lugar a estrada de terra. Estrada esta totalmente desnivelada, que fez com que todos que estavam na Kombi dançassem, no sentido figurado da palavra. Este é um dos diversos fatores que diferenciam aquela região do interior com a cidade.
Casas já não eram predominantes, mas sim a floresta e morros. Os animais passeavam soltos pela estrada, e a vizinhança do lugar é desproporcionalmente distribuída - ora víamos lotes de casas, ora somente floresta.

Dentre diversas espécies de árvores, uma que me chamou atenção pela espessura e grande altura foi a árvore de eucalipto. Havia muitas delas, como vocês podem ver na fotografia abaixo.
Originária de algumas ilhas da Oceania, a árvore chegou ao Brasil entre o final do século XIX e início do século XX, e foi estudada pelo Engenheiro Agrônomo Edmundo Navarro de Andrade .


Enquanto adentrávamos mais aquela estrada de terra, passamos por moradores que por sua vez - principalmente as crianças - acharam curioso a quantidade de carros circulando por lá. Visto que é uma área mais calma longe da cidade, a presença de muitos transportes como aqueles é algo raro. 
Observei que os moradores do local se deslocam mais de moto, à cavalo ou de bicicleta. 
Passamos por um ônibus com destino à cidade de Queimados, o que achei muito importante para a população de Cabuçu. 

Para resumo deste relato, chegamos ao sítio tão esperado. O lugar é lindo; com mais espécies de árvores, pedras raras, animais e um lago. Um lugar totalmente distante do movimento conturbado da cidade, onde quando falávamos podíamos escutar nossas vozes ecoando! 





O tempo ficou a todos os gostos, pois ora vez um bom sol para tomarmos banho de piscina, ora choveu e bastante. Na volta para a casa a chuva decidiu permanecer, e para sairmos de lá na estrada cheia de poças foi um pouco complicado, mas nada que tirasse a alegria que aquele passeio nos proporcionou.

Um grande abraço! 
Até a próxima,
Tiago Vieira.   

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Post Introdutório

Decidi criar este espaço para escrever tudo o que concerne ao estudo do campo da Geografia. Tal ciência me cativou de tal maneira que me fez prestar Vestibular para a UERJ a fim de conseguir uma vaga para o Curso.

Para mim, a Geografia é a área das Ciências Humanas mais completa, pois nela estudamos História para entender o contexto em que ocorrem as mudanças do espaço geográfico, Sociologia para entender as interações sociais entre o homem, e Biologia no aspecto das mudanças climáticas, hidrografia, e outros tópicos estudados na Geografia Física.

Também escolhi Geografia por crer que Deus é o Criador do Universo. Quero estudar e conhecer mais a Sua criação. Criação perfeita e bela dada a nós seres humanos.
Cada bioma, cada estação do ano, cada diversidade étnica, territorial e etc, são por demais interessantes. Creio que estudando Geografia poderei entender mais tudo isto.

Relatos de viagens, comentário Geopolíticos, ambientais e sociais estarão aqui no Registro Geográfico, dentre outros diversos tópicos!

Tiago Vieira